Horner: Janeiro é um momento “crítico” para a F1

Fórmula 1

A Fórmula 1 está saindo das breves férias de Natal e entrando em um período “crítico” para o futuro, afirma Christian Horner, chefe da Red Bull.

Horner disse que os eventos fora das pistas em 2015 mostraram que Bernie Ecclestone e o presidente da FIA, Jean Todt, estão corretos em sua busca por um novo caminho para a categoria em termos de regulamento de motor.

“Os custos estão criticamente altos, e vimos que a disponibilidade (de motores) também é um problema chave”, declarou ele.

De acordo com Horner, a solução de uma fornecedora independente proposta por Ecclestone teria sido boa, mas a Comissão da F1 rejeitou a ideia.

“Como uma posição de compromisso, as fabricantes concordaram e receberam um pedido para apresentar à Comissão uma solução para os problemas atuais até 15 de janeiro”, explicou ele.

Horner disse que os novos motores devem ser “mais baratos e acessíveis, além de algo que possa atrair outras montadoras para a F1”.

“Creio que a situação atual é que, dependendo do que as fabricantes apresentarem até o dia 15, a FIA sentirá ou não a necessidade de ir em frente com um motor independente para atender esses critérios”.

“Portanto, obviamente as coisas estão acontecendo no momento, o período entre agora e 15 de janeiro será crítico e movimentado”, concluiu Horner.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.