Honda pode testar motor de F1 em carro da Super Fórmula

Unidade de Potência da Honda

A Honda poderá instalar seu criticado motor de Fórmula 1 em um monoposto da Super Fórmula, relatou a revista italiana Autosprint.

Em sua mais recente edição, a publicação disse que isso pode ser uma maneira da montadora japonesa provar que sua unidade de potência de 2015 não é tão ruim quanto muitos acreditam.

Cesare Maria Mannucci, correspondente da Autosprint, revelou que a velocidade máxima de Fernando Alonso em Monza foi de 338 km/h, 16 km/h atrás da Mercedes e apenas ligeiramente mais rápido do que os 331 km/h de Robert Visoiu, da GP2.

Entretanto, a Honda parece estar determinada a provar que a alegação de que é a única culpada pela falta de ritmo da McLaren não é verdadeira.

O relato afirmou que os japoneses estão planejando instalar a unidade V6 turbo em um chassi da Super Fórmula, principal categoria de monopostos do Japão, e testá-lo em Suzuka.

Os carros da Super Fórmula são impulsionados por motores turbo de 4 cilindros e 2 litros, mas a Autosprint disse que a instalação da unidade de F1 da Honda seria possível.

“Os testes seriam realizados em colaboração com as equipes Mugen ou Nakajima”, alegou Mannucci, explicando que o resultado poderia finalmente mostrar “quem é o culpado” pela péssima temporada da McLaren-Honda em 2015.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.