Hockenheim: Perda de corridas tradicionais coloca a F1 em risco

GP da Alemanha

O chefe de Hockenheim avisou que a Fórmula 1 poderá “sangrar” se perder muitas corridas tradicionais.

Acredita-se que os GPs da Alemanha e Espanha serão excluídos do calendário para dar lugar a Zandvoort e Vietnã em 2020.

Georg Seiler, chefe de Hockenheim, admitiu: “Se apenas a taxa decidir, as coisas parecem relativamente ruins para nós. Na verdade, nós só temos uma chance se outro GP fracassar e o GP da Alemanha for explicitamente desejado pela Liberty”.

É notável que outras provas tradicionais da F1, incluindo Silverstone e Monza, também estão em dúvida enquanto a Liberty recebe ofertas de promotores rivais. Seiler acredita que esses eventos tradicionais precisam de mais proteção.

“Eu só gostaria que nós tivéssemos um papel diferente ou especial como uma corrida tradicional”, declarou ele ao Suddeutsche Zeitung. “A categoria poderá sangrar se houver menos ou até mesmo nenhum circuito tradicional. Correr com arquibancadas vazias em países sem nenhuma tradição automobilística não deve ser a meta dos proprietários”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.