Haas: Quatro boas corridas não resolvem problemas da F1

Gunther Steiner

O chefe da Haas, Gunther Steiner, pede que a Liberty Media continue procurando formas de melhorar o espetáculo da F1, apesar da recente série de corridas emocionantes. Depois de um tedioso GP da França em junho, os fãs foram brindados com quatro batalhas soberbas seguidas na Áustria, Inglaterra, Alemanha e Hungria.

Esses eventos fascinantes têm amenizado vozes que exigem uma mudança radical nos regulamentos para permitir corridas mais próximas e mais competição entre as equipes. Mas Steiner faz questão de sublinhar que só porque as corridas têm valido a pena ser vistas recentemente, isso não alivia um problema que se desenvolveu ao longo de vários anos.

Ele disse: “Ainda precisamos melhorar a situação em geral, ter condições de igualdade, porque este pode ser o esporte mais excitante do mundo, na minha opinião, nunca temos que esquecer isso”.

“Não é porque tivemos quatro boas corridas que agora está tudo bem. Alguém tem um orçamento de um bilhão de libras e vive neste mundo de sonhos”, disparou o chefe da Haas.

“Tivemos quatro (provas) boas, mas há sempre o risco de termos quatro más. Depois reclamamos. Somos muito reativos. Você precisa ter em mente, creio eu, o quadro geral. Sim, tivemos quatro boas, obrigado, mas queremos 21 ou 22”, prosseguiu.

Steiner tem muito claro de onde virá este regresso às corridas parelhas – dos limites orçamentais revistos que limitarão os gastos de todos os construtores ao longo do campeonato. Ele acrescentou: “Temos que manter o panorama geral e para mim o panorama geral é o limite orçamental, que está chegando”.

“O primeiro, como sempre digo, não vai resolver todos os problemas, mas este é um passo na direção certa e devemos continuar assim, deixar as pessoas correr mais. Mas não podemos dizer agora que, porque tivemos quatro boas corridas, tudo está fantástico, porque não está”, concluiu ele.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.