GP2 – Chuva transforma corrida em loteria na Hungria

gp211-lrazia2A instabilidade climática, que trouxe momentos de chuva intercalados com tempo seco, transformou em loteria a corrida complementar da GP2, disputada na manhã deste domingo no circuito de Hungaroring.

Com a água desabando em momentos diferentes da prova, equipes e pilotos fizeram uso da sorte para tentarem acertar a estrategia correta. Foi o que aconteceu com o italiano Stefano Coletti, que venceu após largar em 21°.

Único brasileiro na competição, Luiz Razia largou em sexto após a pole e o pódio na corrida do sábado, e acabou levemente prejudicado por uma decisão tardia para a troca dos pneus na fase final da corrida, recebendo a bandeirada em sétimo lugar.

“A gente largou em sexto e chegou em sétimo. Foi uma confusão. Fizemos dois pit stops, mas o último poderia ter sido duas voltas antes; com isso, perdemos a chance de ficar em quarto. Outros trocaram e deram sorte, como o Jules Bianchi”, analisa o terceiro piloto do Team Lotus na F-1.

“Foi uma corrida meio que na sorte, pois os dois primeiros largaram com pneus de seco e a gente, os de chuva. Tivemos uma decisão certa e outra errada. Hoje não foi muito bom e esperava mais depois dos oito pontos de ontem”, resume Razia, que deixa Hungaroring com 19 pontos.

A próxima etapa da temporada acontece nos dias 27 e 28 de agosto, no circuito belga de Spa-Francorchamps.

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.