Fórmula E – “Precisamos de um pequeno milagre”, diz Lucas sobre título

Lucas di Grassi

O brasileiro Lucas Di Grassi havia avisado que iria para o tudo ou nada na prova disputada neste sábado, em Nova Iorque, válida pela 12ª etapa do Campeonato Mundial de Fórmula E. Ao que tudo indica, a frase acabou inspirando todos os 22 pilotos do grid: a penúltima corrida do ano viu momentos sensacionais de pura coragem e, por consequência, um festival de ultrapassagens, toques e carenagens voando em todos os trechos da pista. Com a vitória do suíço Sebastien Buemi (Nissan e-DAMS), o líder Jean-Éric Vergne (DS Techeetah) não pontuando e Lucas largando de 14º para terminar em quinto, a decisão do título ficou para a última etapa, marcada para este domingo na mesma pista. No momento, Vergne soma 130 pontos contra 108 do brasileiro Di Grassi, o segundo colocado na tabela.

“Precisamos de um pequeno milagre” resumiu Lucas, sobre a briga pelo campeonato. “A vitória dá 25 pontos e a diferença para o Vergne é de 22. Quando cheguei aqui, já sabia que ser campeão era uma tarefa difícil e que não depende somente do nosso esforço e resultado. Mas fizemos a nossa parte hoje, com uma boa corrida, e espero melhorar esse resultado amanhã. Esse é o espírito e nós vamos pra cima novamente. Enquanto houver alguma chance, vamos investir tudo o que temos nela”, comentou o piloto brasileiro da equipe Audi Sport Abt Schaeffler.

Ao todo, há 29 pontos em jogo na 13ª e última etapa, sendo 25 pela vitória, três válidos para quem conquistar a pole e um que é concedido a quem faz a volta mais rápida. “Para ser campeão, somente a vitória nos interessa. Mas não podemos esquecer que o vice-campeonato também não está garantido. Muito longe disso. Nossos principais concorrentes pelo vice-campeonato andaram forte hoje e certamente estarão fortes amanhã. Não temos outra saída a não ser trabalhar bastante de hoje para amanhã, se quisermos superá-los”, frisa Lucas, lembrando que Buemi (104 pontos), o neozelandês Mitch Evans (105; Panasonic Jaguar Racing) e o português António Félix da Costa (97; BMW Andretti) terminaram em primeiro, segundo e terceiro lugares. “Nada está garantido até a bandeirada final de amanhã. Pra todo mundo”, resumiu o brasileiro.

Paralelamente, Lucas também luta, ao lado de seu companheiro Daniel Abt (Alemanha), pelo título das equipes. Neste quesito, seu time, a Audi Sports, avançou com o resultado da primeira prova da rodada dupla norte-americana. A líder DS Techeetah soma 216 pontos e tem a Audi em seu encalço, agora com 192. No ano passado, Lucas e Abt deram ao time alemão o título de campeão das equipes justamente na etapa final, também em Nova Iorque.

No Brasil, a Fox Sports transmite a prova final da Fórmula E a partir das 16h30. Confira a pontuação: 1) Jean-Eric Vergne (França, DS Techeetah), 130 pontos; 2) Lucas Di Grassi (Brasil, Audi Sports Abt Schaeffler), 108; 3) Mitch Evans (Nova Zelândia, Panasonic Jaguar),, 105; 4) Sebastien Buemi (Suíça, Nissan e-DAMS), 104; 5) António Félix das Costa (Portugal, BMW Andretti), 97; 6) André Lotterer (Alemanha, DS Techcheetah), 86.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.