Fórmula E almeja 15 ou 16 corridas apenas a partir do quinto ano

Fórmula E

A Fórmula E quer crescer para acomodar 15 ou 16 eventos em seu calendário. Mas essa é uma meta realista apenas para a quinta temporada, segundo o CEO Alejandro Agag.

“Queremos mudar a mistura de cidades, mas temos que equilibrar isso com o custo do campeonato e dar estabilidade para as equipes”, disse ele ao site Autosport. “Mais corridas significa mais custos. Precisamos das equipes fortes e estáveis, mas acho que em um período de três a cinco anos, iremos para 15 ou 16 corridas. Para os anos dois e três, acho que precisamos ser cautelosos e ficar neste número (10), um ou dois a mais”.

O calendário desta temporada conta com 10 eventos, com a Cidade do México em uma versão adaptada do circuito de Fórmula 1 e Paris ocupando as vagas de Mônaco e Miami. O número poderia subir para 11, mas a corrida na Suíça agora é considerada improvável.

Hong Kong já tem uma corrida confirmado para a terceira temporada, com o Canadá na disputa para se juntar ao calendário para 2016/17 também. Agag também tem como alvo uma corrida na Austrália para o terceiro ano.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.