F4 Sul-americana promove testes de pré-temporada no Uruguai

F4 Sul-americana

A F4 Sul-americana realiza na próxima semana os primeiros treinos coletivos para a terceira temporada de sua história. Os testes acontecerão nos dias 26, 27 e 28 de janeiro no circuito de El Pinar, no Uruguai, e servem de preparação para jovens pilotos que pretendem ingressar ou continuar no campeonato. O argentino Baltazar Leguizamón e a brasileira Bruna Tomaselli, que disputaram parte da temporada do ano passado, já confirmaram presença nos ensaios.

Leguizamón e Tomaselli utilizarão os testes para ganhar quilometragem com o chassi Signatech. “Gostei bastante do meu desempenho, apesar de ter começado apenas na quarta etapa. Consegui andar entre os cinco e agora quero seguir evoluindo para iniciar bem o campeonato”, disse Tomaselli, de 18 anos. “A categoria é ótima porque temos que nos adaptar às circunstâncias da pista, já que não podemos mexer muito no carro. Aprendemos muito dessa forma”, relatou.

“Foi um ano de muito aprendizado e rapidamente consegui chegar ao pódio. Iniciei na F4 apenas na quinta etapa e desta vez quero brigar pelo título”, explicou Leguizamón. O piloto mais jovem do grid no ano passado, com apenas 15 anos, vê nos ensaios da semana que vem a chance de chegar bem preparado para a primeira etapa. “Meu objetivo será começar a temporada com bastante bagagem e não vejo a hora de acelerar novamente o carro da F4 Sul-americana”, disse o argentino.

Pilotos são premiados no Panamá

O campeão da temporada 2015 da F4 Sul-americana, o brasiliense Pedro Cardoso, e o vice-campeão, o peruano Rodrigo Pflucker, foram premiados na noite do último sábado (16) no FIA América Awards, premiação da divisão do continente americano da Federação Internacional de Automobilismo, que foi realizada na Cidade do Panamá. Cardoso e Pflucker foram indicados pelas confederações de automobilismo do Brasil e do Peru como os melhores atletas do esporte a motor do ano. Pilotos de 17 nacionalidades de diversas categorias estiveram presentes no evento.

Vencedor da temporada com sete vitórias e 303 pontos, Cardoso tem oito anos de experiência entre o kartismo e o automobilismo. O piloto possui 12 títulos no currículo e se destaca como uma das grandes revelações do esporte no Brasil. ” É um privilégio receber esse prêmio tão importante logo no início de minha carreira no automobilismo. Isso me dá mais motivação para seguir evoluindo e buscar outros prêmios no futuro”, disse o brasiliense, que negocia neste ano uma vaga na F3 Europeia ou GP3.

Já Rodrigo Pflucker, que obteve quatro vitórias na temporada do ano passado, foi o destaque do automobilismo peruano. Com passagens pelo kart e em categorias de Turismo, o piloto foi o vencedor da Copa Argentina da F4 Sul-americana, minitorneio composto pelas três corridas realizadas no país vizinho que entregou um prêmio de 50 mil pesos argentinos (cerca de cinco mil dólares) ao vencedor.

“Estou muito feliz pelo reconhecimento de meu país e pelo meu desempenho no ano. Disputamos o título até a última etapa e, em outubro, conquistei a Copa Argentina de Fórmula 4, que foi importante para mim. Agora é dar continuidade à preparação e trabalhar para realizar mais uma boa temporada”, afirmou Pflucker, que correrá pela equipe Cram na Fórmula Renault 2.0 e inicia os treinos em fevereiro.

Além da dupla, o uruguaio Facundo Ferra, que testou um carro da F4 Sul-americana em dezembro e negocia sua participação no campeonato deste ano, também foi premiado devido à conquista do título uruguaio de kart na categoria Sudam/Júnior. “É meu primeiro prêmio internacional e estou muito feliz. Ser selecionado para uma cerimônia desse porte é motivo de orgulho e estou satisfeito por representar meu país”, disse Ferra.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.