F1 – Wolff nega que a Mercedes tentou recrutar Binotto da Ferrari

Mattia Binotto

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, negou que a equipe tenha feito uma oferta ao atual diretor técnico da Ferrari, Mattia Binotto.

No verão passado, surgiram rumores de um conflito interno entre Binotto e o chefe da Scuderia, Maurizio Arrivabene. Este último insistiu que a fofoca era apenas “notícia falsa” destinada a desestabilizar a Ferrari.

No entanto, no mês passado, a mídia italiana sugeriu que uma fenda ainda estava em pleno vigor em Maranello e que Binotto estava considerando “ofertas de várias equipes”, uma das quais era a Mercedes, uma alegação que Wolff negou veementemente.

“Não, não oferecemos um contrato para Binotto”, disse Wolff à Andrea Cremonesi, do La Gazzetta dello Sport.

“Eu posso dizer que ele é um excelente engenheiro, mas sob a liderança de James Allison, nós temos uma equipe técnica de primeira linha e, portanto, não estamos procurando por mais ninguém”.

A equipe de engenharia da Mercedes foi liderada pelo designer-chefe, John Owen, após a mudança do diretor de engenharia Aldo Costa para um cargo de consultoria no verão passado.

“Aldo não é apenas um colega, mas também um amigo, ele não vai deixar a Mercedes”, acrescentou Wolff.

“Nossa equipe tem uma estrutura dinâmica, temos que desenvolver e proporcionar oportunidades e responsabilidades aos jovens”.

“O que eu gosto é que ninguém deixa a nossa equipe insatisfeita, posso garantir-lhe”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.