F1 – Williams não culpa pilotos por crise

Paddy Lowe

Paddy Lowe negou que a crise da Williams esteja sendo agravada pela controversa formação de pilotos da equipe. A antiga equipe britânica afundou depois de dizer não a Robert Kubica em favor dos inexperientes pilotos Sergey Sirotkin e Lance Stroll.

O chefe técnico Lowe admitiu que, devido aos problemas da Williams, a maneira mais fácil de resolvê-los é remover o “fator humano” em testes de laboratório. “O que eu quero dizer é que quando o carro é guiado por pilotos reais, você precisa levar em conta a qualidade do piloto ao volante”, disse ele na China. “Porque os pilotos são diferentes e interpretam o carro de maneiras diferentes”.

“Nossos atuais pilotos são bastante inexperientes, mas estamos felizes com o trabalho deles e eles não estão nos dando nenhum problema em termos de profissionalismo”, acrescentou Lowe. “E não podemos permitir que nada prejudique o fato de que não fomos capazes de construir um carro bom o suficiente”.

Lowe admitiu que seria fácil para a Williams entrar em pânico ou ficar deprimida, mas o trabalho já está em andamento para resolver os problemas do carro de 2018. “Eu não posso dar um prazo, mas vamos fazer progressos significativos nesta primeira metade da temporada”, concluiu.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.