F1 – Vettel e Leclerc “se dão bem”, afirma Binotto

Sebastian Vettel e Charles Leclerc

Os dois pilotos da Ferrari “se dão bem”, insiste o chefe Mattia Binotto.

Binotto e o presidente da Ferrari, John Elkann, ficaram abertamente furiosos depois que Sebastian Vettel e Charles Leclerc colidiram no GP do Brasil.

Foi a culminação de uma temporada inteira caracterizada pela mídia como uma batalha pelo status de primeiro piloto na lendária equipe italiana. Mas Binotto afirma que, nos bastidores, os dois na verdade “se dão bem”.

“A verdade é que os dois se dão bem juntos”, declarou ele à Speed Week. “Não é como você lê ou ouve. As pessoas podem pensar que eles estão em constante conflito, mas não é verdade”.

“Eu me lembro que, após a controvérsia na Rússia, todos nós estávamos juntos em um restaurante no Japão e nos divertimos bastante. Eles estavam de bom humor, trocando de telefone para ver o que o outro tinha em suas fotos. Eles gostam de ficar juntos”.

Na Rússia, Leclerc acusou Vettel de ignorar um acordo fechado antes da prova para deixá-lo passar. Contudo, Binotto diz que na verdade os dois “sabem trabalhar em equipe”.

“O espírito de equipe é muito importante a fim de extrair o máximo de todos”, continuou ele. “Quando muito, o sentimento de solidariedade da Ferrari se tornou ainda mais pronunciado neste ano e isso dará resultados em 2020”.

Um porta-voz da Ferrari relatou nesta semana que “tudo foi totalmente esclarecido” entre os pilotos após a batida no Brasil.

Binotto confirma: “Nós tivemos uma reunião e conversamos depois do Brasil, primeiro imediatamente após a corrida e então novamente em Maranello. Acho que eles entenderam que o ocorrido em Interlagos é inaceitável. Mas nós também temos de olhar para frente”.

Clique AQUI para apostar no GP de Abu Dhabi

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.