F1 – Verstappen: Motor novo nos aproxima da Mercedes

Verstappen x Raikkonen em Spa 2019

Antes do GP da Itália deste fim de semana em Monza, Max Verstappen refletiu sobre seu fim de semana em Spa, além de visualizar a última corrida européia da temporada.

“Acho que foi um incidente de corrida. Minhas rodas travaram e eu não tinha controle sobre meu carro. Freei um pouco mais tarde que Kimi e estava a meio caminho ao lado dele. Mas Kimi não sabia que eu estava ali. Foi isso que você ouviu no rádio. Não há muito que você possa fazer. Foi apenas um azar”, disse Max sobre o incidente na primeira curva na corrida de domingo passado na Bélgica.

Para o GP da Itália, Max contará com a UP spec 4 da Honda. “Temos mais potência, o que é sempre positivo. A Ferrari ainda tem muito mais potência, mas estamos nos aproximando da Mercedes. Mas agora estamos obtendo maiores ganhos em termos de potência, talvez até a maior.”

Por causa de uma substituição da UP, Max começará a corrida pela parte de trás do grid ou do pitlane. Portanto, as chances de terminar no pódio são reduzidas. “O problema aqui em Monza é que seremos menos competitivos em comparação com Ferrari e Mercedes. Noutras pistas em que comecei atrás e subi ao pódio, tínhamos um carro veloz, além de podermos optar por uma estratégia de pneus diferente. Honestamente, não espero um pódio. Se tivermos uma corrida normal, sem incidentes, P5 seria um bom resultado.”

Finalmente, olhando a previsão do tempo, há uma boa ameaça de chuva. “De um modo geral, eu prefiro chuva. Em uma pista seca, temos menos chances. Se chover, esperamos ser mais competitivos. Estou ansioso pelo fim de semana para encontrar um bom equilíbrio no carro.”

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.