F1 – Vasseur explica sua decisão de deixar a Renault

Frederic Vasseur

Frederic Vasseur

Frederic Vasseur diz que as diferenças de opinião dentro da alta administração da Renault sobre a direção a ser tomada na Fórmula 1 estavam por trás de sua decisão de deixar a equipe.

Falando pela primeira vez sobre os motivos de sua decisão, Vasseur disse que chegou à conclusão de que as chances da Renault na F1 seriam prejudicadas se continuasse a haver pontos de vista diferentes no comando.

“Havia uma visão muito diferente na gestão da equipe, por isso, nesta fase, faz sentido para mim sair”, disse Vasseur à Autosport.

“Se você quer ter sucesso na F1, precisa ter um líder na equipe e uma única visão. Se existem duas visões diferentes, o resultado é que o trabalho dentro da equipe é lento”.

Vasseur disse que tomou a decisão de deixar a empresa apenas na semana passada, depois das negociações pós-temporada com outros membros da alta administração.

“Tivemos uma discussão logo após o final da temporada passada, e tentamos encontrar o melhor compromisso e a melhor organização para 2017”, disse ele.

“Eu tirei uma ou duas semanas de folga e tomei minha decisão na primeira semana de janeiro. É muito melhor parar agora”.

“É uma pequena frustração, mas tenho uma sensação positiva de que juntos fizemos um bom trabalho em alguns pontos: em termos de recrutamento, de reestruturação da empresa e também em operações de pista”.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.