F1 – Toto Wolff: Hamilton nos salvou

Pneu de Hamilton ao final do GP de Monaco

Toto Wolff, diretor da Mercedes, admitiu que a equipe cometeu um erro colocando Lewis Hamilton nos pneus de compostos médios no pitstop no GP de Mônaco.

Ele elogiou Hamilton por conquistar a vitória, mesmo tendo pouca borracha nos pneus nas últimas 20 voltas.

“Foi obviamente o composto errado”, disse Wolff. “Achamos que o pneu chegaria ao fim, e não, mas ele nos salvou. Sua tocada nos salvou. É algo que realmente precisamos analisar.”

A equipe acreditava que Hamilton seria capaz de chegar ao final da corrida com pneus médios sem muita dificuldade.

“O que calculamos é que, se trocássemos na volta 15 ou 16, o médio chegaria ao fim com o gerenciamento correto. Então, estar na liderança, essa foi uma estratégia bastante simples. Não parecia um grande trecho.”

“Mas percebemos que faltando 20 voltas começou a aparecer granulação no dianteiro esquerdo. Ele começou a reclamar que o carro estava saindo de frente devido àquela granulação e ficou claro que seria muito, muito difícil chegar até o fim.”

Wolff disse que disse para Hamilton “se acalmar” durante o período final, enquanto se preocupava se Hamilton seria capaz de resistir ao ataque de Max Verstappen para vencer.

“Tivemos algumas discussões sobre os pneus que duraram mais de 40 voltas. Eu me lembrei que na verdade eram apenas 20 voltas em um circuito normal (Monaco é muito curto), então me acalmei um pouco.”

“Mas todo mundo sabia que ia ser um grande trecho e acredito que provavelmente nas voltas finais ele tinha zero por cento de borracha no pneu. O carro estava saindo muito de frente nas curvas lentas, tanto que podíamos ver que na Loews que o carro não ia mais virar.”

O pneu da foto acima é o dianteiro direito. O esquerdo estava ainda pior.

 

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.