F1 – Todt: Ameaça de saída da Ferrari não vai persistir

Jean Todt

Jean Todt acredita que a ameaça da Ferrari de abandonar a Fórmula 1 eventualmente vai retroceder.

De fato, Sergio Marchionne, presidente da marca italiana, suavizou a ameaça recentemente, dizendo que as últimas negociações com a FIA e a Liberty Media em relação ao futuro foram mais animadoras.

“A Ferrari é uma marca icônica”, disse Todt, presidente da FIA e ex-chefe da Ferrari, em Barcelona. “Há várias razões para isso, e uma delas é que a categoria é muito importante para eles”.

“A Ferrari se beneficia com as corridas e as corridas se beneficiam com a Ferrari. Estou convencido de que eles continuarão interessados se estabelecermos um bom formato”.

No entanto, Todt afirmou que a FIA também precisa pensar nas outras equipes da F1. “Temos de fazer algo que seja bom para 10 equipes, não apenas uma”, insistiu ele.

“Mais de metade das equipes estão em dificuldades, e isso não é bom para a principal categoria do automobilismo. É por isso que precisamos fazer alguma coisa em relação à discrepância entre as equipes”.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.