F1 – Surge uma “teoria da conspiração” sobre o GP do Brasil

GP do Brasil

JJ Lehto, ex-piloto de Fórmula 1, levantou uma potencial “teoria da conspiração” após o GP do Brasil do último domingo.

Apesar dos incidentes no final da prova envolvendo a dupla da Ferrari, Lewis Hamilton e Alex Albon terem sido decisivos, Lehto acha que pode haver mais por trás da histórica dobradinha da Honda.

“Lembre-se que a Mercedes já venceu ambos os campeonatos, então eles não têm necessidade de vencer”, declarou ele ao jornal Iltalehti. “Isso poderia significar que eles reduziram a potência e os outros pareceram fortes”.

“Definitivamente, eu esperava que Hamilton saísse melhor da última curva com pneus novos, pegasse o vácuo e ultrapassasse (Pierre) Gasly com facilidade”.

“O ritmo de Hamilton estava muito fraco no fim. O fato do carro da Toro Rosso ter sido mais veloz foi realmente surpreendente. Poderia haver uma teoria da conspiração aí?” questionou ele.

De qualquer modo, Lehto considera bom que as quatro fabricantes de motores da F1 – Ferrari, Mercedes, Honda e Renault – não estejam mais separadas por grandes diferenças.

“É ótimo que todas elas tenham conseguido melhorias significativas – a Honda em particular deu um grande salto. A situação se nivelou. Todas as fabricantes encontraram mais potência, dirigibilidade e confiabilidade. É um bom sinal para a próxima temporada”.

Clique AQUI para apostar no GP de Abu Dhabi

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.