F1 – Sauber não pode usar o motor como desculpa, diz Vasseur

Sauber

A Sauber precisou ser “honesta” consigo própria e aceitar que suas dificuldades na Fórmula 1 se deveram mais a deficiências aerodinâmicas do que ao seus motores Ferrari do ano anterior, diz Frederic Vasseur, chefe da equipe.

No ano passado, a Sauber terminou em último no campeonato de construtores com cinco pontos após passar a maior parte da temporada no final do grid.

Ela estava usando motores Ferrari de especificação 2016, mas Vasseur – que assumiu o comando da equipe no meio do ano – afirma que isso não deve ser uma desculpa para a falta de performance.

“Nós temos de ser honestos”, declarou ele ao site Autosport. “O maior problema não era o motor. O motor era de 2016, mas a desvantagem era de apenas alguns décimos”.

“Comparando com outras equipes, o maior problema era no chassi, e nós precisamos nos concentrar nisso e forçar como o inferno no lado aerodinâmico”.

A Sauber terá a Alfa Romeo, marca pertencente à Ferrari, como patrocinadora título em 2018, além de Charles Leclerc, protegido da marca italiana, como um dos titulares e motores de última especificação.

“Pelo menos o motor deixará de ser uma preocupação”, acrescentou Vasseur.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.