F1 – Saga do motor visa “pressionar” a Ferrari, diz Binotto

UP Ferrari 2019

Mattia Binotto acredita que os rivais da Ferrari reclamaram sobre a legalidade do motor italiano em 2019 para “nos pressionar”.

Algumas equipes alegaram que a unidade de potência fabricada em Maranello ganhou repentinamente 50 hp neste ano, levando a uma análise da FIA no final da temporada.

“A verdade está longe desse número”, disse Binotto à Auto Motor und Sport. “Nós assumimos no máximo 20 hp, o que ainda é respeitável e uma grande vantagem que nos deixa orgulhosos”.

Em contraste, ele afirmou que a vantagem da Mercedes em 2014 era de mais de 80 hp. Binotto explicou que nem mesmo acha que os rivais da Ferrari realmente duvidam da legalidade do motor.

“Eles provavelmente estão usando isso para nos pressionar porque a pressão distrai. Perturbar seu oponente faz parte do jogo na Fórmula 1”.

Entretanto, esses mesmos rivais também apontam que a vantagem de velocidade da Ferrari nas retas desapareceu quando a FIA começou a publicar diretrizes técnicas.

“É verdade, mas eles estão tirando as conclusões erradas”, insistiu Binotto. “Nós não alteramos as condições operacionais dos motores. Para gerar mais downforce, aumentamos o arrasto, o que nos deixou um pouco mais rápidos nas curvas e mais lentos nas retas”.

Ele também espera que a FIA continue restringindo as interpretações das regras de motores.

“Nós estamos satisfeitos com isso porque traz mais clareza em um conjunto de regras muito complexas. Elas ficarão completamente claras? Provavelmente não. Tenho certeza que ainda haverá mais algumas diretrizes técnicas, mas como equipe nós apoiamos a FIA na eliminação da ambiguidade das regras”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.