F1 – Ron Dennis deverá deixar seu cargo na McLaren

Ron Dennis

Ron Dennis

Ron Dennis, chefe da McLaren, deverá deixar seu cargo de CEO do Grupo McLaren, revelou o site Autosport. O britânico de 69 anos não deverá ter seu contrato renovado quando ele terminar no final deste ano.

Sua saída vai encerrar uma associação com a equipe que começou em 1980 e deixará aberto o cargo de CEO do McLaren Technology Group, formado por McLaren Racing, McLaren Marketing e McLaren Applied Technologies.

A McLaren Automotive, a divisão de carros de rua constituída separadamente, não é afetada por mudanças de comando no McLaren Technology Group.

A saída de Dennis marcará a culminação de dois anos de disputas nos bastidores do conselho da McLaren, desde seu retorno à função de CEO em janeiro de 2014.

Naquela época, Dennis, acionista com uma parcela de 25% no grupo, planejava comprar os 50% de propriedade do Mumtalakat, fundo soberano do Bahrain, e os 25% pertencentes a Mansour Ojjeh, seu parceiro de negócios de longa data.

De acordo com o Autosport, os prazos para Dennis conseguir o capital necessário a fim de completar a compra não foram cumpridos.

Ao ser questionado sobre o assunto, um porta-voz da McLaren declarou: “Em resposta à sua pergunta, Ron Dennis afirmou categoricamente que não vai deixar seu cargo”.

“Além disso, ele continua contratado como presidente e CEO do McLaren Technology Group e mantém uma participação de 25% no Grupo – exatamente igual a de Mansour Ojjeh”.

“Ao longo de muitos anos, muitas décadas, na verdade, acionistas da McLaren frequentemente discutiram potenciais movimentos e realinhamentos acionários, e Ron e Mansour sempre tiveram um papel central nessas discussões”.

“Ainda é o caso. Portanto, as conversas recentes deles podem ser categorizadas como ‘mais do mesmo’. Contudo, não seria apropriado revelar detalhes adicionais de tais discussões, que obviamente são privadas e confidenciais”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.