F1 – Rivais estão tentando “prejudicar” a Haas, diz Steiner

Haas

Gunther Steiner, chefe da Haas, diz que as equipes rivais estão tentando “prejudicar” a organização ligada à Ferrari pedindo o fim da prática das chamadas “equipes B”.

Antes de reuniões importantes com FIA e Liberty Media e negociações duras relacionadas ao próximo Pacto de Concórdia, Renault e McLaren em particular estão se esforçando para impedir que equipes como a Ferrari formem parcerias com rivais menores.

A Racing Point também está alarmada com a proximidade da colaboração entre equipes como Ferrari e Alfa Romeo.

“Ninguém pode me dizer que não há dados sendo trocados lá”, declarou um membro de equipe anônimo à Auto Motor und Sport.

“O chefe técnico da Sauber, Simone Resta, veio diretamente da Ferrari para a Suíça e nem sequer houve o afastamento remunerado costumeiro. Isso significa que ambas as equipes sabem quais e como os desenvolvimentos uma da outra funcionam, portanto elas podem dividir o trabalho entre elas”.

Entretanto, Steiner afirma que as reclamações têm como objetivo simplesmente “prejudicar” equipes menores como a Haas.

“Eles querem tirar algo de nós para nos prejudicar e melhorar as coisas para si”, disse ele.

A Haas compra o maior número de componentes que as regras permitem da Ferrari, o que permite que ela enfrente rivais muito maiores como a Renault com uma fração do orçamento.

“Nós escolhemos este modelo porque as regras permitem”, continuou Steiner. “Ele é comprovado, principalmente para equipes novas que não teriam chance de entrar na Fórmula 1 de outra maneira. Então, por que mudar? Todos podem adotar nosso modelo. Eu não tento dizer à Renault o que eles deveriam fazer”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.