F1 – Rich Energy despreocupada pela ação legal sobre o logotipo

Haas

A nova patrocinadora da Haas, Rich Energy, minimizou as preocupações de que poderia ser forçada a mudar seu logotipo devido a um processo judicial envolvendo outra empresa que usa um design similar.

A ATB Sales Limited, que produz a marca de bicicletas Whyte, apresentou uma reclamação contra a Rich Energy e seu CEO, William Storey, perante o Tribunal Empresarial de Propriedade Intelectual.

As duas empresas registraram logotipos semelhantes com desenhos de chifres. Storey se opôs a uma tentativa da ATB de registrar uma marca em 2017.

O caso deve ser ouvido nos dias 12 e 13 de março com um julgamento previsto para 1º de maio – quatro corridas dentro da temporada 2019 de Fórmula 1.

Falando ao site RaceFans, Storey rejeitou temores de que a empresa possa ser forçada a alterar seu logo.

“Eu não tenho nenhuma preocupação”, disse Storey. “Eu não usarei a palavra “bobagem”, mas é realmente sem fundamento”.

O novo esquema de cores da Haas, que reflete a marca da Rich Energy, atraiu comparações imediatas com a pintura do John Player Special Lotus de 1972 a 1986. No entanto, Storey diz que sua escolha de cores para a marca não foi inspirada nisso.

“Nossa marca sempre foi preta e dourada e, em essência, é porque sempre achei uma combinação muito sugestiva, sempre gostei. O fato de eu também adorar os carros JPS Lotus é uma mera casualidade”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.