F1 – Renault parte otimista para o GP do Brasil

Renault

A Renault visa aproveitar o bom desempenho no GP do México para manter o quarto lugar entre os construtores no Brasil, no próximo final de semana. Nico Hülkenberg chegou em sexto lugar, enquanto Carlos Sainz Jr. estava em uma posição forte no fim de semana até abandonar.

“O Brasil tem uma grande paixão pelo automobilismo e especialmente pela Fórmula 1″, disse Cyril Abiteboul, diretor da equipe. “Muitos grandes nomes das corridas vieram do Brasil, tem algumas pistas fantásticas e sempre há uma ótima atmosfera quando chegamos em São Paulo”.

“O Brasil também é um mercado importante para a Renault, então teremos muitas atividades no fim de semana, incluindo uma apresentação emocionante no Salão de São Paulo”, prosseguiu.

Abiteboul afirma que a equipe está em um ponto na temporada em que atualizações mínimas serão introduzidas. “Entramos na semana da corrida com um resultado muito promissor no México. Estamos em um ponto na temporada em que conhecemos o carro muito bem e, como toda equipe, temos atualizações mínimas”, completou.

“Isso coloca o foco na preparação meticulosa do chassi, unidade de potência e na estratégia durante todo o final de semana. No México, executamos nosso plano perfeitamente e estávamos em total controle da classificação até o domingo. Os resultados obtidos no México nos dão um impulso para as duas corridas restantes”, comentou.

Durante a pausa da semana entre o México e o Brasil, a Renault participou de um caso do Tribunal de Recursos relacionado à desclassificação do carro da Haas de Romain Grosjean do GP da Itália.

O piloto francês terminou a corrida de Monza em sexto, mas um protesto liderado pela Renault sobre a legalidade do VF-18 foi investigado e descobriu-se que o carro estava equipado com um assoalho ilegal. A Haas levou o caso ao Tribunal de Apelação da FIA em Paris, França, mas perdeu o caso na sexta-feira, 2 de novembro.

A Renault está lutando com a Haas pelo quarto lugar no campeonato de construtores, com a equipe francesa liderando por 30 pontos, com duas corridas restantes. Abiteboul diz que a organização está feliz com a decisão da FIA.

“Finalmente, na manhã de sexta-feira recebemos a notícia de que o Tribunal Internacional de Recursos (ICA) sustentou a desclassificação da Haas do GP da Itália em setembro. Estamos satisfeitos com a decisão”, finalizou.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP do Brasil de Formula 1 em 11 de novembro!

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.