F1 – Renault critica a Mercedes por impedir saída de profissionais

Renault

O chefe da Renault, Cyril Abiteboul, acha que a Mercedes está sendo “injusta” na forma como está fazendo com que seus profissionais atrasem sua mudança para outras equipes de Fórmula 1.

A Renault investe fortemente para expandir suas operações mas está enfrentando frustrações com a Mercedes, que firma contratos mais rígidos com seus funcionários, e não os libera para outras equipes com as quais eles já se acertaram.

Abiteboul acredita que esses termos contratuais “agressivos” não são apenas frustrantes para sua equipe, mas são ruins para a F1 porque impedem a disseminação de conhecimento que mantém o grid competitivo.

“A Red Bull não é muito agressiva na forma como eles estão mantendo suas pessoas, mas a Mercedes é a mais agressiva”, disse Abiteboul durante um evento da patrocinadora Infiniti em Austin. “Assinamos com uma pessoa sênior da Mercedes no ano passado, e ela não deve se juntar a nós antes de 2019 devido à situação contratual”.

“O Reino Unido é muito favorável a proteger os funcionários em benefício do empregador, mas isso está nos dando um pouco de dificuldade. Nós sabemos, então nós simplesmente temos que lidar com isso. A Red Bull não é estúpida na forma como eles estão protegendo seus funcionários”, comparou.

“A Mercedes tem o direito de fazer o que está fazendo, mas acho que é um pouco injusto. Eles já têm os recursos financeiros, mas agora estão bloqueando o sistema, assegurando que ninguém possa ir a qualquer lugar. Ainda é um esporte e precisamos fornecer um show bom e interessante, e não é o que está acontecendo se você estiver fazendo isso”, disparou.

Abiteboul diz que assinar com pessoal experiente de outras equipes é essencial para ajudar a Renault a avançar, porque sua equipe jovem precisa de mais tempo para se aproximar na F1. “As questões de confiabilidade que temos este ano no nosso carro, muito disso é devido ao fato de termos designers muito jovens”, explicou.

O dirigente afirma que a Renault está em curso para ter instalações que estarão no nível das melhores equipes até 2018: “Nós recrutamos massivamente pessoas novas, pessoas muito agressivas, e muitas pessoas provenientes da Red Bull”.

“Nós atualizamos o túnel de vento e o CFD. Estaremos no nível das melhores em meados do ano que vem, em termos de instalações e número de pessoas, recursos. Agora é apenas garantir que eles funcionem corretamente juntos”, concluiu Abiteboul.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.