F1 – Renault: Acusações de trapaça da Red Bull não fazem sentido

Sebastian Vettel

Um engenheiro que trabalha na Renault, fornecedora de motor da equipe, minimizou os relatos de que a Red Bull pode estar trapaceando.

Relatos recentes levantaram dúvidas sobre a tração superior e os sons diferentes do RB9 de Sebastian Vettel. Mas Ricardo Penteado, um engenheiro brasileiro da Renault, disse que as alegações a respeito de um controle de tração ilegal estão claramente equivocadas.

“Tudo é checado pela FIA”, declarou ele ao jornal O Estado de S. Paulo. “A unidade de controle eletrônico é distribuída pela própria FIA a fim de assegurar que todos os programas estejam de acordo com as regras. Seria tolice tentar fazer algo ilegal. Acabaria com sua credibilidade, a equipe seria excluída – não faz sentido”.

Um membro da equipe Williams, também impulsionada pelo motor Renault e que venceu campeonatos com carros projetados por Adrian Newey, também descartou a noção de que a Red Bull está fazendo algo ilegal.

“Eu conheço bem o projetista deles (Newey)”, disse o membro não identificado ao jornal. “Ele tem um grupo estudando cada área do regulamento em detalhes visando tirar vantagem de tudo que pode proporcionar um pouco de velocidade extra. Creio que é simplesmente isso que estamos vendo agora”.

Giorgio Piola, respeitado ilustrador técnico da Fórmula 1, acredita que Newey foi mais inteligente e encontrou o caminho certo na segunda metade da campanha de 2013.

“O carro de Newey que estreou em Spa, quando a sequência vencedora começou, era muito diferente da versão anterior”, disse o italiano. “Asas, assoalho, o modo como usa os gases de escape, essa nova versão do RB9 foi projetada para as características dos novos pneus Pirelli. Eles são bastante diferentes dos pneus anteriores, mas as outras equipes só fizeram ajustes sutis em seus carros”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.