F1 – Regras aerodinâmicas de 2019 foram um erro, admite Symonds

Pat Symonds

Pat Symonds, chefe técnico da Fórmula 1, admitiu que as mudanças nas regras aerodinâmicas visando facilitar as ultrapassagens em 2019 foram erradas.

As regras de design da asa dianteira foram ajustadas na temporada passada a fim de que os carros pudessem seguir uns aos outros mais de perto.

Essa ideia usou alguns dos conceitos produzidos pela análise inicial do trabalho nas regras de 2021, e esperava-se que isso fornecesse uma visão a respeito do possível sucesso do futuro regulamento.

Porém, os carros de 2019 não se mostraram melhores em andar mais próximos do que seus antecessores, e Symonds diz que o resultado das alterações do ano passado ficou longe do ideal.

Ao ser questionado se lições foram aprendidas com as regras aerodinâmicas de 2019, Symonds comentou: “Na elaboração do regulamento de 2021, provavelmente não tanto quanto eu esperava”.

“Elas foram feitas com um pouco de pressa. E com o benefício do retrospecto, eu não teria feito aquilo. Em termos do que ocorreu com a esteira do carro, foi minúsculo em relação ao que fizemos para 2021. E, de fato, nós nunca havíamos utilizado exatamente o tipo de configuração que as regras estipularam”.

“Nós havíamos feito muitas pesquisas no meio de 2018 e estávamos começando a entender áreas críticas, mas não havíamos usado a configuração que tínhamos para realmente implementar algumas regras. Então, acho que poderíamos ter feito todo o exercício um pouco melhor. Porém, eu não considero um precedente para o que fizemos para 2021”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.