F1 – Red Bull: Renault não cumpriu promessas, Honda sim

Red Bull-Honda

Christian Horner diz que o ano de 2019 foi refrescante para a Red Bull, por ter trabalhado com uma parceira de motores que cumpriu com suas promessas, numa crítica à antiga fornecedora Renault.

A Red Bull abandonou a fabricante francesa para 2019 e trocou para a Honda, embora a Renault tenha roubado Daniel Ricciardo da fábrica de Milton Keynes para aprofundar ainda mais as tensões.

Enquanto Ricciardo não conseguiu chegar ao pódio em uma única corrida em 2019, a Red Bull obteve fortes resultados com a Honda – Max Verstappen obteve três vitórias, duas pole positions e terminou em terceiro lugar no campeonato de pilotos.

A Honda trouxe três melhoras ao motor durante a temporada 2019, com sua quarta e última especificação ajudando a Red Bull a obter fortes resultados de final de temporada no Brasil e Abu Dhabi especialmente – algo que Horner sugeriu que a Renault não teria sido capaz de fazer.

Ele disse: “Tivemos um carro muito bom em muitos circuitos este ano e a progressão com a Honda, juntamente com os desenvolvimentos da nossa parceira de combustível Exxon Mobil, foi uma verdadeira colaboração e produziu resultados positivos”.

“A primeira vitória da Honda na nossa corrida de casa na Áustria trouxe uma quantidade fenomenal de emoção para todos os envolvidos. A Honda trabalhou muito para conseguir isto, que teve um momento difícil ao voltar à Fórmula 1 na era híbrida e a dedicação que vimos deles foi recompensada com essa primeira vitória”, prosseguiu.

“Este é o primeiro ano em muito tempo em que o que foi prometido foi entregue. É um tipo diferente de parceria, é uma verdadeira parceria e você pode ver o que significa para a Honda quando eles conseguem um resultado: a emoção, o orgulho, a satisfação em todo o negócio”, concluiu Horner.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.