F1 – Red Bull: Dinheiro pode acabar com relação entre Hamilton e Mercedes

Lewis Hamilton

Christian Horner diz que são “as finanças” que podem acabar com o relacionamento de oito anos de sucesso da Mercedes com Lewis Hamilton. Equipe e piloto estão agora em um impasse quanto ao valor do seu contrato para além de 2020.

Horner, o chefe da Red Bull, descartou a possibilidade de uma mudança para a equipe de Hamilton. “Ele não se encaixaria no nosso programa”, disse Horner. “A conclusão lógica seria que Lewis permaneceria com a Mercedes se eles pudessem concordar com os termos”.

“A Mercedes estará interessada em ficar com ele, mas é uma questão financeira. O setor automotivo está sob pressão no momento e, quando estão sendo feitos despedimentos, é difícil justificar salários recordes”, acrescentou ele.

Acredita-se que a Mercedes está preparada para pagar 50 milhões de dólares por ano tanto para 2021 como para 2022, mas Hamilton voltou com uma contra-oferta mais alta. “É o que Lewis percebe ser o seu valor”, comentou Horner. “Ele é um piloto excepcional e isso tem um custo ou um valor, e eu pensaria que a Mercedes reconhece isso”.

Horner também minimizou a probabilidade de uma mudança para a Ferrari para Hamilton, apesar de o hexacampeão mundial ter se encontrado com o presidente John Elkann na temporada passada.

“Bernie Ecclestone sempre disse que os pilotos querem terminar suas carreiras na Ferrari, mas isso pode ser diferente no caso de Lewis”, opinou ele. “Ele tem sido pouco convencional, parece feliz no ambiente em que está, e se é o ambiente mais competitivo, por que ele iria querer mudar isso para guiar com uma cor diferente?”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.