F1 – Problemas financeiros colocam futuro da Sauber em dúvida

Nico Hulkenberg

Depois de confirmar os seus problemas financeiros, seguem no paddock os rumores sobre o futuro da equipe suíça Sauber. Em meio a relatos de que ele não teria sido pago recentemente, o piloto alemão Nico Hulkenberg insiste que a chefe da equipe, Monisha Kaltenborn, está “trabalhando em uma solução”.

“Ela me garantiu que está ocupada trabalhando nisso e não há muito mais o que posso dizer”, disse ele na quinta-feira.

Kaltenborn esteve ausente em Nurburgring na sexta-feira, com a revista Speed Week relatando que ela recebeu na sede da Sauber em Hinwil uma delegação do governo federal suíço. Segundo o ministro local dos Esportes, Ueli Maurer, “a Sauber é a empresa de alta tecnologia mais importante na Suíça”, apesar da publicação salientar que o governo não será complacente com dívidas.

Rumores apontam que a equipe poderá ser vendida. Um dos possíveis compradores seria o empresário Nicolas Todt, amigo de longa data do fundador Peter Sauber, e que controla a carreira de pilotos como Felipe Massa, Pastor Maldonado e Jules Bianchi, além de dirigir a equipe ART da GP2.

A Sauber está declaradamente em negociações com a Gazprom, gigante russa de gás natural, sobre um acordo de patrocínio. O jornal suíço Blick, entretanto, relata uma outra ligação potencial russa para a Sauber: o aparente interesse do bilionário Roman Abramovich, dono do Chelsea, clube inglês de futebol.

A equipe já irá faturar 250 mil euros por proporcionar ao piloto japonês Kimiya Sato um teste neste mês de julho em Silverstone.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.