F1 – Problema de combustível da Renault pode se repetir

Carlos Sainz

A Renault precisa resolver um problema recorrente na pressão do combustível que afetou o carro de Carlos Sainz no final do GP da Espanha, admite o chefe Cyril Abiteboul.

Sainz gerenciou o problema e ainda chegou em sétimo, mas Abiteboul reconheceu que isso já havia acontecido em outras pistas com curvas de alta.

Nico Hulkenberg também foi prejudicado por um problema na pressão do combustível na Q1 em Barcelona que o deixou apenas em 16º no grid, mas a equipe acredita que as duas ocorrências não estão relacionadas.

“Nós tivemos um pequeno alarme na pressão do combustível perto do final da corrida”, declarou Abiteboul ao site Autosport.

“Fomos forçados a gerenciar isso, o que Carlos fez indo um pouco mais devagar na curva 3, que é sempre uma curva desafiadora para a pressão do combustível”.

“Não achamos que teve relação com os problemas de Nico na classificação porque encontramos um objeto em seu tanque que estava bloqueando”.

“Mas é um problema que já vimos antes e pode ocorrer em curvas de alta como a 3, portanto é algo que precisamos resolver porque isso poderá se repetir em algumas provas”.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.