F1 – Primeiro trabalho de Toto Wolff na Mercedes foi pedir mais dinheiro!

Toto Wolff

Quando Toto Wolff chegou à Mercedes pela primeira vez, ele sabia que a equipe precisava aumentar significativamente seu orçamento se quisesse ganhar o campeonato mundial de Fórmula 1. Depois de chegar em 2013, a Mercedes obteve seis títulos consecutivos desde 2014.

Wolff não estava cheio de experiência quando deixou o seu papel de liderança na Williams. O austríaco estava na equipe inglesa quando ela venceu sua última corrida, quando Pastor Maldonado chegou na frente no GP da Espanha de 2012.

A revista F1 Racing falou com Wolff e lhe perguntou como ele conseguiu transformar a Mercedes em uma equipe vencedora apenas 12 meses depois de chegar na garagem. Wolff é muito honesto e direto com a sua resposta e descobriu o que faltava à equipe para cumprir suas ambições.

“Você precisa entender sua infraestrutura, seus recursos – financeiros, humanos, capacidade técnica – o que está faltando. E se você não for brutalmente honesto consigo mesmo, e entender onde estão as lacunas, você nunca terá uma organização que será capaz de lutar na frente de uma forma sustentável”, disse Wolff.

“Isto foi o que fizemos no final de 2012. Eu só cheguei em janeiro de 2013, mas em setembro de 2012 me deram três meses – sem ter decidido ainda se deveria ir para lá – para dar uma opinião pessoal, sem ter uma visão profunda, do que eu pensava que estava indo mal”, lembrou.

Antes de Wolff finalmente entrar para a equipe em janeiro de 2013, foram dados a ele alguns meses no final de 2012 para analisar objetivamente o que pensava estar errado na Mercedes, antes de tomar a decisão de fazer a troca. Uma coisa ficou muito clara para ele nesses poucos meses: era preciso mais dinheiro.

“Eu estava na Williams, por isso não me foi dado o detalhe. O início da viagem foi compreender quais eram as expectativas da Daimler com a sua equipe, e as expectativas eram de ganhar campeonatos – com um recurso que estava à altura do que eu tinha na Williams, e a nossa expectativa era de chegar em quarto ou quinto lugar!”, comentou.

“Eu não quero falar muito sobre isso. O que eu posso dizer é que quando eu entrei, em poucos meses recebemos mais 20% de orçamento. Essa mensagem não chegou ao quadro antes (de que a equipe estava subfinanciada)”, finalizou Wolff.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.