F1 – Pollock afirma não ter gostado da escolha pelos motores V6

f111-craig-pollock-fone-350Craig Pollock, ex-empresário de Jacques Villeneuve e diretor da antiga equipe BAR, agora proprietário da PURE, futura fornecedora de motores na Formula 1, afirmou que ficou irritado com a decisão da categoria de abandonar os motores de 4 cilindros para 2013.

Era esperado que a categoria máxima do automobilismo mundial adotasse os motores 4 cilindros turbo para a temporada de 2012, mas após várias equipes expressarem descontentamento com a configuração de motor escolhida, ficou decidido que os carros serão equipados com motores V6 em 2014.

A mudança foi confirmada em junho, dois meses depois da PURE ter anunciado os seus planos para a Formula 1.

Pollock afirmou que a decisão afetou a sua companhia:

“Quando o regulamento de motores de quatro cilindros mudou, me senti como se tivesse recebido um chute nas partes baixas”, indignou-se o dirigente. “Eu apenas fico pensando como é que uma mudança assim pode acontecer quando você tem uma decisão unânime do Conselho Mundial do Esporte. Mas estamos na F1, onde esse tipo de situação pode acontecer”.

“Não posso entender como tanta gente diz `o V6 é bom, é fantástico, vamos cortar os custos com ele´. Bem, isso não vai cortar os custos, você deixou de ter quatro cilindros e agora terá seis cilindros, então automaticamente você terá mais pistões, mais válvulas e isso vai custar mais”, concluiu o dirigente.


FH – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.