F1 – Pirelli pode optar por seleções mais duras em 2019

Pneus da Fórmula 1

A Pirelli pode optar por uma seleção mais conservadora de pneus de Fórmula 1 em 2019, o que levará a mais corridas de uma parada, a fim de permitir que os pilotos forcem mais na pista em vez de se concentrar na economia de pneus.

As equipes analisaram a linha completa de pneus de 2019 no teste de pós-temporada em Abu Dhabi na semana passada, com a fornecedora pronta para finalizar seus compostos para o GP da Austrália, em março.

Enquanto as equipes ainda terão três opções para usar nas corridas do ano que vem, a Pirelli pode fazer uma seleção mais dura do que em 2018 para dar aos pilotos uma chance maior de competir em vez de se concentrar na economia de pneus, mesmo se resultar em mais estratégias de uma parada.

Mario Isola, da Pirelli, disse que as mudanças adicionais nos regulamentos técnicos para a temporada de 2019 – incluindo um pacote aerodinâmico revisado e uma maior permissão de combustível – também fizeram a Pirelli se inclinar para uma seleção de pneus mais conservadora para corridas no próximo ano.

“No próximo ano teremos um novo pacote aerodinâmico. Não está claro se está fazendo uma grande diferença ou não, estamos apenas coletando o feedback”, disse Isola.

“Eles terão mais combustível, 5 kg, o que significa que eles podem gerenciar o combustível um pouco. Sabemos que em algumas corridas eles tiveram que gerenciar o combustível, pois não era o suficiente para terminar a corrida”.

“Então temos que considerar todo o pacote. Com mais combustível, eles podem forçar mais, e neste momento, é melhor dar a eles pneus mais consistentes e eles forçam e lutam na pista em vez de fazer overcut, undercut e tentar fazer manobras durante o pit stop”.

“O pit stop faz parte da corrida, mas acho que todo mundo gosta de ultrapassar na pista do que quando o carro está no pitlane”.

A Pirelli fará sua seleção de uma gama de cinco compostos – indo de C1 a C5 – para 2019, com um pneu duro, médio e macio sendo designado para cada corrida.

Os compostos para 2019 irão convergir em termos de vida em comparação com os pneus 2018, com os compostos duro (C1) e médio (C2) deste ano definidos para serem mais macios no próximo ano.

Os pneus hiper macios (C5) e ultra macios (C4) serão um pouco mais duros do que em 2018, com o composto macio (C3) permanecendo inalterado. O super macio irá essencialmente desaparecer.

IB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.