F1 – Pirelli insiste que não agiu de maneira imprópria

Pneus Pirelli

Conteúdo patrocinado por: selopatrocinio

A Pirelli insistiu que o teste de pneus que a Mercedes realizou em Barcelona foi focado nos desenvolvimentos para 2014, não favoreceu a equipe e que o uso de um carro de 2013 não foi solicitado pela companhia italiana.

A fabricante de pneus divulgou uma declaração nesta sexta-feira argumentando que o teste não beneficiou a Mercedes – que vinha sofrendo mais do que suas rivais com a degradação dos pneus nos primeiros GPs de 2013 – porque os pneus usados não eram relevantes para a borracha atual.

A firma disse que apenas um dos 12 pneus testados tinha a alteração estrutural sendo avaliada como um método de prevenir a delaminação, e que a maior parte da quilometragem foi focada em 2014.

“A Pirelli, em testes de desenvolvimento com as equipes realizado em 2013, não favoreceu nenhuma competidora, e, como sempre, agiu de modo profissional, com transparência e absoluta boa fé”, afirmou a declaração.

“Os pneus usados não foram os do campeonato atual, mas pertenciam a uma linha de produtos ainda sendo desenvolvidos visando uma eventual renovação do nosso contrato de fornecimento. Além disso, nenhum dos testes foi realizado com o propósito de melhorar carros específicos, mas apenas para avaliar soluções para os pneus de campeonatos futuros”.

“O uso do carro da Mercedes, em particular, foi resultado de comunicação direta entre a FIA e a própria equipe. A Pirelli não pediu de modo algum que um carro de 2013 fosse utilizado: nem à Mercedes, nem à FIA e nem às equipes que, durante o ano, receberam a oportunidade de participar de testes para o desenvolvimento dos pneus para 2014”.

“Os pneus que serão testados pelas equipes nos treinos livres em Montreal nunca foram usados pelas competidoras antes”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.