F1 – Pilotos europeus são mentalmente fracos, diz Montoya

Juan Pablo Montoya

Juan Pablo Montoya

O ex-piloto da Williams e da McLaren, Juan Pablo Montoya, diz que é muito fácil entrar na cabeça dos pilotos da Fórmula 1, incluindo Lewis Hamilton.

O piloto colombiano, quando fez sua estreia na F1 com a Williams em 2001, rapidamente ganhou elogios pelo seu estilo de condução agressiva e oportunista em um momento em que Michael Schumacher tinha reforçado a sua posição durante a dominante era da Ferrari no início de 2000.

Apesar de Montoya dizer que seus rivais predominantemente europeus certamente o desafiaram, ele revelou que tinha maneiras de interromper mentalmente os dois irmãos Schumacher.

“Todos os dois me forçaram até o limite”, disse ele ao site oficial da F1. “Aprendi muito com Ralf (Schumacher, companheiro na Williams). Ele era muito rápido, mas os pilotos europeus são muito fracos mentalmente. Você entra muito facilmente em suas cabeças”.

“Eu acho que Michael foi um dos poucos caras que era realmente forte. Você poderia entrar em sua cabeça, mas ele era muito forte. Era difícil, todos nós temos fraquezas, apenas temos que descobrir quais são”.

Montoya usa Hamilton como um exemplo moderno de como um piloto pode entrar em “espiral” depois de sofrer um baque, como o do britânico ao ter o motor quebrado no GP da Malásia, no meio de uma batalha feroz pelo título.

“Você vê isso hoje e sempre vê isso na F1. Quando as coisas seguem o seu caminho, eles são realmente fortes. Quando Lewis está ganhando ele é imparável, mas se algo der errado, sua espiral para baixo é enorme”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.