F1 – Pilotos da Haas precisam mudar de mentalidade, diz Steiner

Kevin Magnussen e Romain Grosjean

Os dois pilotos da Haas precisam ser mais calmos e consistentes ao longo da temporada, de acordo com Gunther Steiner, chefe da equipe norte-americana.

No ano passado, a Haas surpreendeu o pelotão com um dos melhores carros do pelotão intermediário, mas acabou terminando em quinto lugar no campeonato mundial, atrás da Renault.

“A meta para 2019 deve ser o quarto lugar”, declarou Steiner ao jornal dinamarquês BT. “Há muitas equipes visando a quarta posição neste ano, mas acredito que é possível”.

Contudo, espera-se que equipes pequenas como a Haas sofram mais do que suas rivais grandes com as alterações significativas no regulamento técnico.

Steiner disse: “Os números que recebo de nossos engenheiros são bons, mas não sei o que os outros estão fazendo. Parece promissor, mas é difícil comparar com o ano passado porque o regulamento é bem diferente”.

Alguns acham que os pilotos foram o ponto fraco da Haas em 2018, com Romain Grosjean enfrentando dificuldades do começo da temporada e Kevin Magnussen frequentemente se envolvendo em incidentes com seus rivais.

“É algo que acontece na cabeça deles”, comentou Steiner. “Nenhum deles aceita bem não ser o piloto mais rápido da equipe”.

“Romain e Kevin têm de pressionar um ao outro, mas também precisam aprender que às vezes é aceitável ser o segundo mais rápido da equipe. Você pode vencer a guerra sem vencer todas as batalhas”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.