F1 – Perez admite que GP do México deverá ser sacado

Sergio Perez

Sergio Perez admitiu que sua corrida em casa no México parece destinada a cair fora do calendário de 2020. Não querendo ainda expandir o calendário para além de 21 corridas, a Liberty Media precisa sacar duas corridas atuais para abrir espaço para Zandvoort e Vietnã.

Barcelona parece ser vítima do novo GP da Holanda, enquanto a corrida popular no México deve ser cancelada para abrir caminho para o Vietnã. “Espero que a nossa corrida se mantenha, porque é muito importante para os fãs mexicanos e para todo o país”, disse Perez, piloto da Racing Point.

“As negociações estão decorrendo, mas até agora a situação não parece muito favorável”, admitiu Perez, que está bem ligado à facção mexicana da F1, pois tem o apoio do bilionário mexicano Carlos Slim. “Esta é uma decisão política que não depende de mim, mesmo que eu possa tentar influenciá-la”, explicou.

Perez está confiante de que o fim do GP do México não põe necessariamente em risco sua carreira: “Os patrocinadores mexicanos que eu tenho estavam lá muito antes da corrida no México”.

“Vamos ver quais são as consequências. Acho que a corrida não foi só por minha causa, mas é óbvio que a presença de um piloto mexicano teve um papel importante. No entanto, não estou particularmente preocupado”, acrescentou.

Quanto às suas chances em Mônaco neste fim de semana, Perez também não está esperançoso. “Estamos muito preocupados com o que aconteceu em Barcelona”, comentou ele, referindo-se ao fato de que uma grande atualização do carro não cumpriu sua promessa.

“O carro não tinha absolutamente nenhum ritmo. Foi muito pior do que esperávamos. As atualizações não funcionaram de todo. Espero que tenhamos voltado ao normal aqui”, concluiu.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.