F1 – Perda de engenheiro “afetou” Hamilton no início de 2019

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas

Lewis Hamilton diz que perder um engenheiro-chave para o lado da garagem do seu colega de equipe prejudicou o seu desempenho no início de 2019. No ano passado, a Mercedes promoveu Ricciardo Musconi – o segundo engenheiro de Hamilton – ao papel de engenheiro de corrida principal de Valtteri Bottas.

“Certamente não ajudou”, disse Hamilton, que acabou ganhando seu sexto campeonato mundial, à revista alemã Auto Motor und Sport. “Você tem que trabalhar duro para construir uma relação de confiança com seus engenheiros, e com Bono e os outros engenheiros nós crescemos em uma equipe realmente boa”.

“Ricky é um engenheiro muito talentoso, então é óbvio que ele quer ir a outros lugares, e houve uma oportunidade no outro carro. Mas eu devo ter tirado mais dele do que ele percebeu, e vice-versa”, prosseguiu.

Hamilton afirma que a forma no início da temporada de Bottas em 2019, apelidada por muitos de ‘Bottas 2.0’, foi em parte devido à troca de Musconi. “Se de repente ele trabalha no outro carro, ele vai dizer ‘Escute Valtteri, nós fizemos desta e daquela maneira com Lewis'”, comentou ele.

“E a equipe dele está agora fazendo coisas muito parecidas com as minhas. Então eu tive que pensar novamente sobre como ir em direções um pouco diferentes. E quando se está perto dos 100%, isso não é fácil”, explicou.

Hamilton admite que foi significativamente afetado pela perda do seu engenheiro. “Nunca sou perfeito nas primeiras corridas porque tento sempre muitas coisas com o carro”, acrescentou ele. “Eu sou apenas humano”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.