F1 pega fogo na Inglaterra!

Valtteri Bottas e Sebastian Vettel

Por: Adauto Silva

Fazia muito tempo que a Formula 1 não chegava num ambiente tão “quente” como o de agora.

O GP da Inglaterra serviu para mostrar como os nervos entre as equipes Mercedes e Ferrari e seus pilotos estão à flor da pele.

Hamilton fez uma volta de classificação sublime e conquistou a pole com menos de 1 décimo de segundo à frente de Vettel (0.044) e de Raikkonen (0.098).

Na largada o inglês não saiu bem e perdeu a posição para Vettel e Bottas. Kimi tentou aproveitar, mas errou e bateu em Hamilton – obviamente sem querer – jogando o inglês para a última posição.

Lewis então começou sua recuperação e estava em P4 quando houve um safety-car. Daí, mais uma vez o estrategista da Ferrari deu um olé no da Mercedes – quarta vez no ano, segunda seguida – e parou Vettel e Kimi para pneus macios na volta 33 enquanto a Mercedes deixou Bottas e Hamilton na pista com pneus médios, usados e portanto mais lentos.

Nessas alturas eu estava com um amigo no Whatsapp e disse: Acabou a corrida para a Mercedes. O estrategista mais uma vez comeu bola.

Na verdade não precisava ser nenhum gênio para chegar nessa conclusão. A Ferrari com um carro melhor e com pneus novos e macios não tinha como errar.

Hamilton ainda perguntou no rádio: “Como vocês esperam que eu brigue contra esses caras que estão com pneus novos e macios?”

Não tinha jeito…

Bottas tentou resistir um pouco ainda, mas numa pista como Silverstone – onde ultrapassar não é um problema – não havia como segurar. O finlandês, que estava em P1 por causa do safety-car, não resistiu e tomou uma passada relâmpago de Vettel na freada. Então o alemão abriu dele, que ainda foi ultrapassado por Hamilton e Kimi.

É bom deixar claro que Bottas foi ultrapassado mesmo por Hamilton. Não houve ordem de equipe ou alguma facilitada do finlandês, pelo contrário, ele ainda fez um movimento de defesa de posição na hora que Hamilton o ultrapassou. Obviamente não jogou o carro em cima de Hamilton, já que fazer isso pra cima do companheiro de equipe é pedir por encrenca, mas claramente tentou se defender sim.

Quando a corrida acabou Hamilton mostrou sua frustração. E não apenas por achar que Kimi tinha errado de propósito logo após a largada, mas também e principalmente por mais um erro de estratégia da Mercedes somado ao fato que agora a Ferrari definitivamente tem um carro melhor em todas as áreas.

Se no ano passado a Mercedes se segurava no motor parelho (até a primeira metade do campeonato) e nos erros seguidos da Ferrari e de Vettel, esse ano a coisa complicou. A Ferrari tem um carro melhor e um motor melhor. Além disso, Vettel está errando menos e a Ferrari não está errando nada. Em 10 corridas eles tiveram estratégias parecidas em 6 delas, mas em 4 a Mercedes levou um banho da Ferrari.

Hamilton perdeu pelo menos 3 vitórias esse ano por causa da estratégia. E neste domingo na casa dele, ele perdeu a chance de conseguir lutar por uma vitória épica vindo de último – lógico que com a ajuda o safety-car – no final por causa da estratégia.

Resumindo, a Ferrari tem um carro melhor como já foi em 2017, mas agora tem um motor melhor e está ganhando nas estratégias. O carro melhor é uma combinação muito feliz de aero com rake + suspensão. A aero e ainda com mais rake faz com que o carro ande bem tanto de cara para o vento em P1 quanto atrás de algum adversário. A suspensão trata muito bem dos pneus, melhor inclusive que a da Red Bull. Já a Mercedes – com seu conceito aero que está no quarto ano – ainda vai razoavelmente bem de cara para o vento, mas tem muita dificuldade em andar no ar sujo e não tem chances em pistas de baixa com tempo seco. Pior, teve que refazer às pressas algumas atualizações que estavam restringindo a refrigeração adequada da UP e aumentando a pressão no sistema hidráulico.

Quanto ao motor, em 2014, 15 e 16 os alemães tiveram ótima vantagem. Em 2017 a Ferrari chegou e o motor só fez diferença no segundo semestre, quando a Mercedes trocou os seus antes de entrar em vigor uma diretiva da FIA abaixando o consumo de óleo. A Ferrari só trocou os seus depois disso e portanto ficou em desvantagem. Este ano os motores começaram parelhos, mas na primeira atualização a Ferrari deu um salto maior que o da Mercedes, mesmo com os alemães tendo adiado sua atualização por mais potência.

De acordo com minhas fontes, o motor Ferrari tem mais torque e mais potência. Não é muita diferença, já que eles estão com dificuldade de medição. E como essa medição só é razoavelmente precisa quando a diferença passa dos 10 hp, podemos supor que a diferença esteja por aí. Mas o maior problema é o torque. Ajudado por uma tração melhor, o torque do motor Ferrari está fazendo muita diferença nas saídas de curva e na primeira metade das retas.

Veja que mesmo em pistas que seriam claramente favoráveis a Mercedes, como China, Canadá, Áustria e Silverstone, ela perdeu.

Das próximas 4 pistas, teoricamente a Mercedes tem alguma chance de brigar em 3 delas – se largar na pole. Na Hungria vai ser muito difícil. Tudo isso com as férias de verão no meio.

E enquanto os ferraristas finalmente estão comemorando uma temporada onde a Ferrari tem tudo para ganhar, Toto Wolff e sua turma vão ter que tentar uma reviravolta poucas vezes vista na F1. Não pela diferença de pontos, que ainda não é grande. Mas em desempenho…

Lewis Hamilton
Na corrida passada eu o critiquei por sua passividade. Em Silverstone tenho que reconhecer que o velho Hamilton com sangue nos olhos reapareceu. E é bom que continue assim porque ele vai precisar muito disso pelo restante da temporada.

Sobre o problema com Kimi, ele reconheceu que estava de cabeça quente quando o acusou de bater nele de propósito e aceitou as desculpas aparentemente sinceras do finlandês, que realmente parecia constrangido na entrevista pós-corrida, ainda na pista, com o erro que tinha cometido.

Por isso, foi totalmente desnecessário a postagem no Instagram da esposa de Kimi.

Mas apesar de desnecessário, eu gostei, já que quero ver o circo da F1 pegar fogo.

Adauto Silva
Leia e comente outras colunas do Adauto Silva

AS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.