F1 – Pai de Latifi visa vaga em 2020 na Williams, e não na McLaren

Nicholas Latifi

O pai influente de Nicholas Latifi diz que o piloto canadense quer um lugar no grid em 2020. Neste fim de semana, o líder do campeonato da Fórmula 2, de 23 anos, apareceu na Williams na sessão da manhã de sexta-feira.

Latifi está ligado ao lugar de Robert Kubica em 2020. “A Williams é uma boa opção para Nicholas”, disse Michael Latifi, bilionário e co-proprietário da McLaren, ao Le Journal de Montreal. “É uma equipe familiar com uma boa história no desenvolvimento de jovens pilotos, incluindo Jacques Villeneuve e Valterri Bottas”.

Por enquanto, Latifi está se concentrando na Fórmula 2, onde precisa terminar entre os 5 primeiros em 2019 para obter a superlicença obrigatória para a F1. “No final do verão, saberemos onde ele está”, comentou Michael Latifi.

“O objetivo é sempre conseguir uma posição em tempo integral na F1, mas não há garantia. Quanto melhor se faz na F2, melhor se pode abrir portas na F1. Alguns pilotos estão em perigo, incluindo Robert Kubica e Antonio Giovinazzi”, acrescentou.

Michael Latifi minimizou as hipóteses do seu filho ter um lugar na McLaren, apesar de ter investido fortemente na equipe de Woking. “Não há discussão sobre isso”, afirmou o acionista de 10% da McLaren.

“Temos dois bons jovens pilotos e estamos muito felizes. Meu envolvimento na McLaren nunca esteve ligado à perspectiva de oferecer um emprego ao meu filho”, insistiu Latifi.

Na verdade, ele acha que uma vaga na Williams seria o ideal. “É mais fácil para um jovem piloto começar em uma equipe menor do que em uma equipe grande, onde você tem que atuar imediatamente”, concluiu Latifi.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.