F1 – Orientação psicológica ajudou Ericsson a bater Nasr

Felipe Nasr e Marcus Ericsson

Marcus Ericsson diz que vem trabalhando duro para se tornar o piloto mais competitivo da Sauber.

No começo de 2015, o estreante brasileiro Felipe Nasr tinha a vantagem na equipe. Isso fez com que o sueco mudasse sua estratégia.

“O carro estava rápido, mas eu não”, declarou Ericsson à Globo. “Foi um início de ano bastante difícil para mim. Basicamente, eu mudei minha maneira de encarar todo o fim de semana”, explicou ele.

Além de trabalhar duro com seu engenheiro, Ericsson se concentrou nos aspectos “extra-pista” da Fórmula 1, incluindo o preparo físico e psicológico.

“Conto com ajuda profissional”, disse ele. “Frequento a clínica Formula Medicine na Itália, trabalhando em várias áreas”.

Melhor em todas as áreas, Ericsson afirmou que está feliz com sua superioridade sobre o companheiro de equipe no momento.

“Estou na frente agora, mas não posso relaxar”, insistiu ele. “É claro, ele está tentando se recuperar e me bater, portanto preciso continuar trabalhando duro”.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.