F1 – Opções de Vettel fora da Ferrari

Sebastian Vettel

Sebastian Vettel vai ter que fazer uma escolha quando acabar seu atual contrato de 2020 com a Ferrari.

O Autoracing apurou que a Ferrari ofereceu ao alemão um novo contrato com valores que chegam a menos da metade do que ele ganha hoje, que é cerca de 40 milhões de euros, além de tirar seus privilégios de primeiro piloto.

Com isso Vettel está analisando o mercado para saber se tem outras opções, uma vez que aceitar a proposta da Ferrari seria como um “rebaixamento” para ele.

Vettel poderia fazer uma mudança para a Renault?

Vettel, que está na Ferrari desde a temporada de 2015, assinou uma extensão de contrato pela última vez em agosto de 2017. Ele estendeu seu contrato com a equipe de Maranello por três anos e ao longo dos dois últimos anos houve todo tipo de rumores sobre o que seu futuro além da temporada 2020.

Mas um boato que não havia surgido até recentemente envolve a mudança para uma equipe inesperada por muitos – não pelo Autoracing, que disse isso em seu Podcast -, e essa equipe é a Renault.

A Renault é uma das seis equipes que têm um piloto contratado para a temporada de 2021, mas ela, assim como as outras nove equipes do esporte, não estão com sua formação completa para o próximo ano.

Eles contrataram Esteban Ocon como substituto de Nico Hulkenberg antes da temporada 2020 por um período de dois anos. Ele deve ser o companheiro de equipe de Daniel Ricciardo, que assinou um contrato de dois anos com a equipe antes da temporada de 2019 e também ficará sem contrato ao final deste ano.

Há rumores de que Ricciardo pode deixar a marca francesa após a temporada 2020 e provavelmente substituir Vettel na Ferrari. Tal movimento poderia facilitar a ida de Vettel para a Renault.

O chefe da equipe Renault, Cyril Abiteboul, falou sobre o assunto:

“Não quero dizer não, pois ele é um ótimo piloto e um grande campeão. Trabalhamos juntos na questão do motor e vencemos juntos.”

Vettel e Renault realmente trabalharam juntos em relação ao motor, e isso os levou a quatro campeonatos consecutivos no início da década passada.

Vettel guiou para a equipe Red Bull com os motores Renault aspirados da época e venceu os títulos de 2010, 2011, 2012 e 2013. Ele venceu 34 corridas ao longo dessas quatro temporadas e partiu para a Ferrari após a temporada de 2014, quanto perdeu de seu novo companheiro de equipe, na época Daniel Ricciardo. A Red Bull continuou com as UPs Renault até o final de 2018, quando mudou para a Honda.

A única equipe cliente da Renault agora é a McLaren, outra equipe à qual Vettel poderia estar surpreendentemente ligado, de acordo com algumas fontes. E a McLaren já avisou que vai voltar a correr com as UPs Mercedes no próximo ano.

Abiteboul acrescentou, no entanto, que preferia substituir Ricciardo por um piloto mais jovem, uma afirmação que ele fez em setembro passado, quando sugeriu que Ricciardo não voltaria à equipe em 2021.

“Mas prefiro trabalhar com os pilotos de amanhã do que com os de ontem. Realmente é muito difícil resumir assim, então, por favor, não resuma dessa maneira sobre Sebastian. Ainda assim, também temos uma academia com pilotos que poderão sair dela em 2021 ou 2022.

“Precisamos ter isso em mente, pois criamos esta academia em 2016 com o objetivo de formar um piloto para a F1 em 2021. Agora que 2021 está chegando, precisamos reconhecê-lo. Normalmente, há Christian Lundgaard. Ele é uma opção entre outras: ele tem a temporada de F2 e temos a nossa própria temporada com Daniel. ”

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.