F1 – O premiado GP do México está em dúvida após 2019

GP do México 2018

O GP do México agora está sob ameaça, apesar de ganhar o prêmio de Melhor Promotor na sexta-feira, na cerimônia de entrega de prêmios da FIA. Ganhou o prêmio pelo quarto ano consecutivo, recebendo a honraria todos os anos desde o seu retorno ao calendário em 2015.

O Autodromo Hermanes Rodriguez inclui uma seção através do estádio de beisebol Foro Sol, onde acontece o pódio. A pista de corrida também abriga uma rodada do campeonato de Fórmula E, e vai sediar a Corrida dos Campeões em janeiro.

No entanto, apesar do sucesso do evento, um novo presidente pode ocasionar o descarte da corrida do calendário da F1. Andes Manuel Lopez Obrador tornou-se presidente nesta semana e deu a entender que o governo mexicano não apoiará uma extensão do contrato da corrida com a FIA.

O novo presidente já anunciou um programa de austeridade que inclui a venda de propriedades supérfluas. Uma das medidas de redução de custos poderia ser o fim do GP, com Ana Gabriela Guevara, da Comissão Nacional de Esportes do México, falando sobre o tema nesta semana.

“Precisamos descobrir como podemos resolver essa situação, mas não é a intenção que o dinheiro dos impostos seja liberado para manter este evento”, disse ela. “No México, há coisas piores acontecendo enquanto uma grande parte da população vive abaixo da linha da pobreza”.

“A corrupção neste país fez com que o GP voltasse ao México. Muitos subornos foram pagos para trazer este evento para o Autodromo Hermanos Rodriguez”, concluiu.

Junto com o GP do México, tanto Silverstone quanto Monza estão com suas posições no calendário em dúvida. A Liberty Media já anunciou um GP do Vietnã para a temporada de 2020, e ainda é esperado que Miami seja anunciada no futuro.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.