F1 – Não estou aqui para ser querido

Max Verstappen

O astro do Red Bull, Max Verstappen, revelou que não importa para ele se é querido ou não no mundo da Formula 1, já que para o holandês só os vencedores se estabelecem na F1.

Verstappen tem sido uma figura controversa, uma vez que sua maneira franca e direta de falar para e mídia combina com seu estilo agressivo de guiar durante as corridas, lembrando muito Juan Pablo Montoya

No entanto, o sete vezes vencedor do Grand Prix também é um dos melhores talentos que chegaram na F1 há muito tempo. Verstappen quebrou praticamente todos os recordes em seu caminho até agora e ele ainda tem a próxima temporada para se tornar o mais jovem campeão de F1 de todos os tempos.

Em uma entrevista antes do GP do Japão, Verstappen falou sobre essas ambições de título e o que ele faria para se tornar um campeão no esporte em que atua desde 2015.

“Não sou e nem quero parecer arrogante ou desrespeitoso com os outros”, disse o piloto de 22 anos à BBC Sport.

“Estou muito determinado a vencer e não desistiria pela fato do que as pessoas pensam sobre mim. Terei sucesso ou fracassarei da maneira que sou, não da maneira que os outros querem que eu seja.”

“Vamos dizer assim: depois da minha carreira, se eu tiver vencido cinco campeonatos, mas talvez eu não seja a pessoa mais querida, para mim isso não importa, porque no final das contas é tudo sobre vencer.”

“E isso talvez pareça arrogante, mas eu não quero parecer assim. Eu faria qualquer coisa – ou tudo – para vencer. Se tiver que ser duro, mas nunca sujo – eu o farei. Eu não estou aqui para ser a pessoa mais querida.”

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.