F1 – Mercedes não esperava vitória tão tranquila

GP da China

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, admite que não esperava que a corrida até a vitória fosse tão tranquila no GP da China.

Os carros da Mercedes garantiram sua terceira dobradinha consecutiva, tendo bloqueado a primeira linha na classificação.

Valtteri Bottas largou da pole position, mas foi Lewis Hamilton quem largou em primeiro e liderou para a primeira curva.

A Mercedes, em seguida, desapareceu na estrada e nunca enfrentou uma ameaça da Ferrari ou da Red Bull. Wolff diz que a vantagem da equipe sobre a Ferrari foi uma surpresa.

“Com base em nossas simulações de longo prazo, não pensamos que seria tão tranquilo e nossa vantagem para a Ferrari foi uma surpresa”, disse Wolff.

“Eles ainda parecem muito rápidos nas retas. Não tenho certeza se é apenas a potência, nosso carro é talvez um pouco mais pesado do que o deles, mas temos que continuar trabalhando no nosso desempenho nas retas”.

Wolff também elogiou o trabalho da Mercedes nos boxes para atender Hamilton e Bottas com sucesso, quando ambos os pilotos fizeram seu segundo pit stop, sabendo que poderia ter arruinado as duas corridas.

“Colocar os carros para um pit stop duplo foi um momento arriscado porque você tem tudo a perder quando lidera a corrida”, disse ele.

“Mas pensamos que perderíamos posições se tivéssemos parado um antes do outro. Nosso plano funcionou perfeitamente; foi um pit stop bem coreografado e a equipe fez um trabalho brilhante”.

A próxima corrida no calendário é o Azerbaijão, uma pista que a Mercedes ganhou duas vezes, em 2016 e 2018.

“Baku é um jogo de bola diferente, há uma reta muito longa e precisamos melhorar a potência e o nível de arrasto”, disse Wolff. “Acho que vamos estar prontos para a luta e estou ansioso para isso”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.