F1 – Mercedes entende as dificuldades dos pneus do GP do México

Mercedes

Toto Wolff, da Mercedes, disse que sua equipe avançou no entendimento das razões por trás dos “grandes problemas” que enfrentou com a degradação dos pneus durante o GP do México.

Lewis Hamilton conseguiu seu quinto campeonato, apesar do quarto lugar, enquanto Valtteri Bottas acabou ficando uma volta atrás do vencedor da corrida, Max Verstappen, em quinto, depois de enfrentar problemas excessivos com pneus em comparação aos rivais na Cidade do México.

Isso ocorreu após problemas semelhantes durante o GP dos Estados Unidos em Austin e provocou sugestões que foi o resultado da escolha de não usar seu controverso design de rodas em ambas as corridas – algo que a equipe depois negou.

“O México foi um fim de semana agridoce”, explicou Wolff.

“Não podemos estar satisfeitos com o nosso desempenho no México. A classificação parecia promissora, mas apenas algumas voltas na corrida, sabíamos que nos deparávamos com grandes problemas com os pneus”.

“Começamos a analisar esses problemas imediatamente após a corrida e progredimos na compreensão dos desafios que enfrentamos e por quê. É importante aplicar todas as nossas aprendizagens para garantir que voltemos fortes no Brasil”.

A Mercedes entra no GP do Brasil neste fim de semana com a chance de selar seu quinto título consecutivo de construtores e lidera a Ferrari em 55 pontos, com 86 em disputa nas duas corridas restantes.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP do Brasil de Formula 1 em 11 de novembro!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.