F1 – McLaren não pode vencer, a não ser que ocorram mudanças

McLaren

Andreas Seidl diz que a McLaren não pode retornar a lutar por título, a menos que a Fórmula 1 seja alterada. O alemão, que chega do programa Le Mans da Porsche para ser o novo chefe da equipe da McLaren, esteve na F1 há uma década com a BMW.

Ele disse à revista francesa Auto Hebdo que seu primeiro trabalho é maximizar o potencial atual da McLaren. “Podemos não ter o orçamento das três grandes equipes, mas é substancial”, disse Seidl. “Como organização, não estamos ao nível que deveríamos estar”.

Ele disse que a grande mudança que notou desde que trabalhou para a BMW em 2009 é que os orçamentos da Fórmula 1 “explodiram” desde então. “Eu tenho observado a F1 como fã e acho que ela não perdeu nada”, declarou Seidl. “Ainda é uma plataforma incrível. Nessa perspectiva, ela não mudou desde 2009, quando eu parti”.

“A única diferença é que os orçamentos explodiram e a diferença entre as três melhores equipes e o resto do grid não é mais sustentável. Agora, para uma equipe como a nossa ser competitiva, teríamos que investir tanto dinheiro que poria em risco a nossa própria existência”, explicou.

Por isso, ele disse que é mais do que favorável ao esforço da Liberty Media para introduzir limites orçamentais para as equipes. “Sei que todos os concorrentes têm sua agenda, mas precisamos de uma governança forte”, afirmou o chefe da McLaren. “As regulamentações de 2021 vão pesar muito no futuro do esporte”.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.