F1 – McLaren: Equipes gostam de culpar os pneus por seus problemas

Andrea Stella

Andrea Stella, diretor de performance da McLaren, acredita que as equipes de Fórmula 1 têm uma “tendência” a exagerar o impacto dos pneus nas variações de desempenho de seus carros.

A decisão da Pirelli de usar pneus com uma banda de rodagem mais fina em 2019 tem sido um dos grandes pontos de discussão da temporada; houve até mesmo uma tentativa de retornar à borracha do ano anterior, mas ela fracassou.

Ferrari e Red Bull foram as principais defensoras dessa mudança, acreditando que os novos pneus beneficiam o pacote da Mercedes, enquanto a Haas sugeriu que a nova construção da borracha pode ser a razão para a grande inconsistência de seu VF19.

A McLaren foi uma das equipes que argumentaram contra o retorno dos pneus de especificação antiga, e seus chefes acreditam que o caso ganhou proporções exageradas.

“Tenho de dizer que os pneus definitivamente são um caso difícil, mas acho que também há uma tendência… Você tem uma certa ambição, quer alcançar certas metas e tende a atribuir a diferença aos pneus”, declarou Stella ao site Autosport.

“Acredito que isso é simplista demais e as pessoas deveriam questionar de modo mais justo o que estão alcançando ao invés de simplesmente aplicar a matemática do ‘aqui é onde eu quero estar, aqui é onde estou, então subtraia a diferença – e são os pneus’. Se você não compreende alguma coisa neste negócio, talvez possa ter sorte por alguns anos, mas não vai dominar”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.