F1 – Masi vai conversar com Verstappen sobre a segurança

Michael Masi

Michael Masi, diretor de prova da Fórmula 1, negou os relatos de que os comissários só decidiram punir Max Verstappen depois dos controversos comentários do holandês após a classificação.

Segundo rumores, os comissários inicialmente concluíram que o sistema da luz amarela danificado foi uma desculpa boa o suficiente para Verstappen não ter reconhecido a necessidade de reduzir a velocidade devido à batida de Valtteri Bottas.

Mas então Verstappen admitiu que estava “ciente” do acidente e disse provocativamente ao ser questionado se havia tirado o pé: “Não pareceu, pareceu?”

Entretanto, Masi afirmou que não foram os comentários de Verstappen que levaram à investigação sobre o comportamento do holandês.

“Nós ouvimos os comentários de Max na conferência de imprensa depois que eu chamei a atenção dos comissários para o incidente”, declarou ele.

Masi rejeitou o argumento de Verstappen de que Lewis Hamilton também deveria ter sido penalizado pela mesma infração.

“O caso de Lewis foi bastante simples: não havia nenhuma bandeira amarela onde ele estava. Mas Sebastian e Max tiveram as bandeiras. Vettel reduziu a velocidade, Verstappen não”, disse ele.

Masi também está preocupado com o fato de Verstappen ter ignorado o aspecto da segurança no incidente da bandeira amarela.

“Nós temos de entrar nisso – na segurança?” perguntou o piloto da Red Bull. “Acredito que nós sabemos o que estamos fazendo. É a classificação e você acelera tudo”.

Segundo Masi, o assunto será discutido na reunião dos pilotos em Austin. Ele respondeu: “Eu ouvi o que Max disse e vou conversar com ele sobre isso. As bandeiras amarelas estão na agenda. Vou discutir pessoalmente com Max, mas também lembrar os outros pilotos sobre as regras de segurança”.

Clique AQUI para apostar no GP dos EUA

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.