F1 – Marussia não tem “igualdade de condições”, segundo Lowdon

Marussia

A Marussia não está correndo em “igualdade de condições”, declarou o chefe executivo da equipe, Graeme Lowdon, ao jornal Guardian.

Soube-se no começo deste ano que Bernie Ecclestone decidiu limitar a premiação oficial em dinheiro às dez primeiras equipes, explicando por que a Marussia não recebeu a oferta de um novo acordo comercial para 2013.

Além disso, um extra de 10 milhões de dólares por ano pago até agora às novas equipes Caterham, Marussia e à extinta HRT foi cancelado.

Lowdon reclamou: “Tudo o que pedimos é igualdade de condições. Não estamos pedindo muito”.

Ele disse que a falta de renda é agravada pelo modelo de negócios atual das equipes da Fórmula 1, com gastos exorbitantes se traduzindo em tempo de volta.

“Você pode comprar o sucesso, até certo ponto”, disse Lowdon. “A maioria das equipes, se tiver dinheiro, vai gastá-lo, e se você gastar tudo o que tem e então descobrir que não está obtendo resultados, tem um problema. Todas as equipes deveriam ser tratadas igualmente. Por alguma razão, não parece ser o caso”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.