F1 – Magnussen: Pneus de 2019 impossíveis de se compreender

Haas

Kevin Magnussen criticou a situação “super pouco inspiradora” com os pneus Pirelli da F1 em 2019. Na Áustria, um pedido de algumas das dez equipes para eliminar os pneus difíceis de compreender e substituí-los pelos pneus fornecidos pela Pirelli no ano passado foi rejeitado por 5-5.

A Haas tem estado entre as equipes mais afetadas. Na Áustria, Magnussen classificou-se para um impressionante quinto lugar, mas escorregou pelo grid para quase terminar em último.

Quando lhe perguntaram como explicar isso aos seus fãs, familiares e amigos, Magnussen disse ao jornal Ekstra Bladet: “Digo que não consigo explicar, mas é muito complexo. Até mesmo nós não entendemos. Impossível de entender”.

Mas quando pressionado por uma explicação técnica, Magnussen foi questionado sobre uma conversa que teve com o seu engenheiro pelo rádio, na qual eles discutiram a temperatura dos pneus.

“Sim, mas de que temperatura estás a falar? Dos freios, do aro, da superfície, da carcaça, do asfalto? Não se pode dizer apenas ‘temperatura dos pneus'”, explicou.

“É medida no interior, a meio caminho do meio, no meio, a meio caminho do exterior, no exterior. E depois há a banda de rodagem, a curvatura. É por isso que é tão chato falar sobre isso. Super desinteressante”, insistiu Magnussen.

“Se eu fosse dono da Fórmula 1, asseguraria que os pneus não fossem algo de que estivéssemos falando. Eles só funcionariam e poderíamos falar sobre algo interessante. É super pouco inspirador”, concluiu o piloto da Haas.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.